Formação

O C.E.A.C.A., em linha com a sua filosofia básica de estudo e divulgação e difusão, desde a sua criação, tem vindo a desenvolver atividades de formação locais, regionais, nacionais e internacionais, concebendo, organizando e promovendo experiências de conhecimento e aprendizagem dirigidas a adultos, crianças, famílias, escolas, estudantes de todos os níveis e especialistas na área.

Cursos de formação, especialização e atualização realizados em diversos sectores, públicos e privados, através do envolvimento interdisciplinar de instituições e centros de investigação em todo o mundo, de especialistas em ciências humanas, sociais e naturais, em resposta às necessidades dos utilizadores e do território.

O C.E.A.C.A. realiza atividades através de:

 

  • cursos de formação relacionados com técnicas de catalogação/exposição, com especial referência a materiais arqueológicos e demo-ethno-antropológicos a nível nacional e internacional;
  • projetos de formação acordados com professores de todos os níveis para serem incluídos nos currículos escolares, a fim de reduzir o abandono escolar precoce e prevenir comportamentos de risco como o racismo, a xenofobia, o bullying, etc.;
  • cursos de educação e sensibilização ambiental e naturalista;
  • cursos dirigidos a professores de todos os níveis sobre questões relacionadas com o território e relativas à valorização do património cultural e ambiental;

 

Produto deste enquadramento, o C.E.A.C.A. realiza as seguintes atividades permanentes:

 

  • Estágios e estágios curriculares para estudantes universitários nacionais e internacionais;
  • Atividades com grupos de escolas de todos os níveis e níveis de ensino;
  • Cursos de língua e cultura.

 

Os estágios/estágios curriculares podem ser realizados em diferentes áreas, concertados de tempos a tempos pelo aluno e pelo tutor, respeitando as suas inclinações pessoais, curso de estudo e competências anteriores. O Centro de Estudos oferece a possibilidade de realizar experiências nas seguintes áreas:

 

• Gestão administrativa e relações públicas

• Planificação

• Edição

• Gestão de material demo-ethno-antropológico

• Gestão de bibliotecas

• Gestão de material audiovisual

• Congressos

 

Como existem 5 línguas oficiais do Centro, estas atividades exigem uma competência mínima em italiano, português, francês, espanhol ou inglês, todas elas línguas oficiais do Centro de Estudos. Desta forma, os alunos têm a oportunidade de melhorar e aprofundar as suas competências linguísticas, tanto escritas como orais, bem como de amadurecer as competências exigidas pelo sector escolhido para o estágio curricular/estágio.

Em conjunto com outras instituições, está a ser desenvolvido um mestrado que deverá ser publicado e lançado no início de 2021.

São visitas concebidas e construídas em torno dos alunos, para os acompanhar na descoberta do património demo-ethno-antropológico do Centro de Estudos, presente na sede de Perugia. O principal objetivo das visitas é envolver os alunos na reelaboração coletiva e pessoal das noções aprendidas durante o curso, aprendendo a relacionar-se com diferentes objetos, palavras, alimentos, histórias, que são difíceis de encontrar na sua própria formação. A intenção é encorajar a cooperação criativa entre estudantes para descobrir a alteridade, sem se assustar com a diversidade mas sabendo aproveitar a oportunidade de crescimento e confronto construtivo.

 

O projeto A.N.D.E. (Alteridade, Nova Definição da Emigração), projeto ativo há vários anos, graças também ao financiamento da Região da Úmbria, e no qual participaram e participam centenas de estudantes de todos os níveis, é um exemplo emblemático: a ideia subjacente é a de uma educação que pode e deve ser uma ponte, que permita substituir estereótipos e preconceitos por um pensamento crítico e um confronto construtivo.

Todos os anos são realizados cursos preparatórios de língua e cultura portuguesa e espanhola na sede do C.E.A.C.A. em Perugia.

Ao longo dos anos, foram também realizados cursos de quíchua, inglês, francês e italiano para não italianos.